Horta terapêutica: Os benefícios da infância até a terceira idade.

Estudos realizados com acompanhamento de terapeutas ocupacionais e psicólogos indicam que atividades ligadas ao meio ambiente, como o cultivo de hortas, são extremamente benéficas para a saúde física e mental. Isso desde a infância, apresentando ótimos resultados no tratamento de depressão, autismo, ansiedade ou síndrome de Down, até a terceira idade, ajudando no desenvolvimento de pacientes com doenças degenerativas como o Alzheimer e Parkinson.

Entre os múltiplos benefícios das hortas estão:

– Melhora o humor e reduz o estresse;
– Proporciona bem-estar;
– Reabilita pacientes mental, emocional e fisicamente;
– Ajudam a estabelecer vínculos emocionais com o ambiente e com as pessoas ao seu redor.

Em escolas o contato com plantas e pequenos animais ajudam as crianças a entender a importância da natureza, estabelecendo relações entre o meio ambiente e suas formas de vida. Pedagogicamente, proporciona praticas em equipe que exploram a multiplicidade das formas de aprender. No âmbito emocional, a experiência enriquece a sensação de pertencimento dos alunos, de seus educadores e dos funcionários da escola.

Já na terapia ocupacional, realizada em casas de repouso, ocorre uma melhora no relacionamento de um paciente com os demais e com a terapeuta. Além dele desenvolver destreza manual, sensibilização motora, flexibilidade física, memorização visual, percepção e, em alguns casos, desperta algumas habilidades criativas, como música e pintura.

Lembrando que você pode se beneficiar com o poder terapêutico das hortas até em sua própria casa, pois não exigem grandes espaços.

Se deseja saber mais sobre nossos projetos entre em contato ou deixe seu e-mail que mandaremos mensagem.

Texto: Gisele do Santos Cabral e Sara Kelly R. Medeiros

Fontes:

<https://www.greenme.com.br/morar/horta-e-jardim/8000-hortoterapia-cura-atraves-plantio>

<https://www.brasildefato.com.br/2019/02/07/horta-escolar-e-usada-como-reforco-para-alimentacao-saudavel/>

<https://www.geledes.org.br/a-jardinagem-como-terapia-e-um-modo-de-fazer-politica/>

<https://ojs.unesp.br/index.php/revista_proex/article/view/1007/922>

<https://emais.estadao.com.br/noticias/geral,jardinagem-como-terapia,316269>

0 respostas

Deixe uma resposta

O que achou do post?
Deixe sua contribuição com o tema!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *