A Gestão Ambiental como Precursora de Ganhos nas Organizações

Junho é o mes do Meio Ambiente e no dia 17  é comemorado o Dia do Gestor Ambiental, então conheça nesse post as vantagens da implementação do (SGA) Sistema de Gestão Ambiental nas empresas e contribua para um Meio Ambiente saudável melhorando ainda mais os seus processos produtivos.

Resultado de imagem para Sistema de Gestão Ambiental – SGAA implementação de um SGA, Sistema de Gestão Ambiental constitui-se em um processo contínuo, identificando oportunidades de melhorias que reduzam os impactos das atividades da empresa sobre o meio ambiente, melhorando, simultaneamente, a situação da mesma perante o mercado e suas possibilidades de sucesso.

O objetivo de um SGA vai além de formas pontuais de proteger a natureza, estendendo-se a todas as etapas do ciclo produtivo e difundindo-se por toda estrutura da empresa. Busca-se a valorização dos empreendimentos verdes,  englobando um conjunto de políticas, práticas e procedimentos técnicos e administrativos com o objetivo de obter melhor desempenho ambiental.

A ISO 14001: É a norma que estabelece os requisitos de implementação e operação do sistema de gerenciamento ambiental. Sua utilização é um meio de garantir às empresas uma administração eficaz e eficiente dos assuntos ambientais. A norma ISO 14001 se propõe a fornecer a organizações de todos os tipos e tamanhos, elementos para um SGA efetivo, que podem ser integrados com outros sistemas gerenciais para auxiliá-los a atingir objetivos ambientais e financeiros. Imagem relacionada

O sistema elaborado de acordo com a norma ISO 14001, tem como base metodológica a ferramenta conhecida como PDCA (do inglês plan – planejar, do – executar, check – verificar e act/action – agir).
Existe uma fase anterior a esta, conhecida como pré-planejamento desenvolvido antes de rodar o primeiro ciclo de PDCA. É nela que se estabelecem os requisitos gerais e a política ambiental da empresa, que serão base para todo o sistema posterior.

Para ser considerado um empreendimento verde, um negócio deve percorrer um caminho que demanda esforços e investimentos, uma vez que depende de comprometimento em todos seus setores para a melhoria dos processos. Mas a proposta do SGA aplicada às empresas traz inúmeros benefícios:

  • Minimização do desperdício de água na produção;
  • Minimização do desperdício de energia;
  • Minimização das perdas de matéria-prima; 
  • Minimização da geração de resíduos;  
  • Minimização da poluição;
  • Redução de custos;
  • Controle e redução de impactos ambientais;
  • Redução no índice de acidentes de trabalho;
  • Aumento da produtividade;
  • Conformidade  com a legislação vigente;
  • Melhoria dos serviços e produtos;
  • Conscientização dos funcionários;
  • Melhor posicionamento da marca no mercado;
  • Facilidade da empresa entrar no mercado exterior;
  • Possibilidade de certificação.

Ressaltando ainda a tendência da procura por produtos e serviços oriundos de empresas ecologicamente conscientes e socialmente responsáveis e a possibilidade de conquistar financiamentos e programas de investimento, que aumentam consideravelmente com o bom histórico ambiental das empresas.

Assim, dentro de um contexto organizacional a gestão ambiental abrange o conceito de eco eficiência: produzir mais com o menor impacto ambiental possível. Uma das grandes razões para a adoção da prática de eco eficiência são os ganhos financeiros envolvidos.

Texto: Jully Almeida

Fontes: graltec.com/sistema-de-gestao-ambiental-ciclo-pdca/; www.teraambiental.com.br/blog-da-tera-ambiental/sistema-de-gestao-ambiental-sga-o-que-e-e-qual-e-a-sua-importancia; www.blogsegurancadotrabalho.com.br/2015/01/o-que-e-sga.html; mundoambiente.eng.br/new/meio-ambiente/gestao-ambiental/; www.portaleducacao.com.br/conteudo/artigos/biologia/objetivos-de-um-sistema-de-gestao-ambiental-sga/27105

1 responder

Deixe uma resposta

O que achou do post?
Deixe sua contribuição com o tema!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *